Palavra de Ar e Pedra

Palavra de ar e pedra

“Por vezes a palavra representa

um modo mais acertado

de se calar do que o silêncio.”

Simone de Beauvoir

Palavra, essa da qual sou escrava

Ao emitir,

Ao ouvir,

Ao viver.

 Palavra que me anima a vida

Ou me faz adoecer.

 Palavra essa, força minha

Raramente me aninha,

Posto que desconfio,

Tantas vezes repudio.

Palavra essa

Que me fere ouvidos,

Contagia pensamentos

Tumultua tudo

Me enche de ilusões

Desmorona meus muros.

 Palavra, essa coisa

Com mil interpretações

Da qual faço

Meu mundo.

Anúncios

2 comentários sobre “Palavra de Ar e Pedra

  1. Você sempre me ensina, com glamour e sensibilidade únicos, que as palavras mais importantes são aquelas das entrelinhas – que pedem desesperadamente pra serem colocadas para fora.

    Estou tentando aprender a força do diálogo!

    Lindo poema, marcando uma volta muito esperada…

    Beijos da amiga que ama e admira!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s