Vermelhos Dias

lava de vulcão

Há esses dias que nascem vermelhos,
dias em que chove por dentro e em que os rios emocionais pseudo-esquecidos
viram mares profundos, ora calmos, ora tempestuosos.
Dias em que o corpo, minha morada, me obriga a quietudes
para dar vazão ao seu maremoto.
São dias de vulcão, em que a lava quente que me habita
toma vida própria, rumo inesperado.
Há dias que nascem vermelhos
para lembrar que nasci mulher
e meu sobrenome
é renovação.

Anúncios

5 comentários sobre “Vermelhos Dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s